Notícias

29/09/2017

Denúncia anônima leva à constatação de furto de energia


Disk denúncia favorece identificação de locais com irregularidades


Desde o lançamento da campanha contra o furto de energia no município, no início deste mês, o Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei) já identificou e notificou diversos pontos com irregularidade na maioria residenciais. Esse, segundo o diretor-presidente da autarquia, Rubem Härter, é um dado crescente: só nesta quinta-feira, 28, cinco pontos comerciais no centro da cidade foram autuados por furto, em uma operação conjunta do Demei com a Brigada Militar e Polícia Civil.

De acordo com o diretor-presidente, o Departamento conta com um equipamento capaz de identificar os locais com irregularidade, mesmo assim,  o apoio da comunidade, que tem colaborado por meio do disk denúncia, é muito importante. “Com o Boroscópio é possível detectar se há furto de energia em qualquer unidade consumidora, sem a necessidade da quebra de paredes. Mas a denúncia tem nos facilitado bastante na identificação destes pontos, e está nos ajudando a alcançar a meta que traçamos para reduzir essas perdas e não vamos recuar”, garante Härter.

O furto de energia está entre as perdas comerciais consideradas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e é um dos fatores responsáveis pelo aumento no preço da tarifa. “Além disso, ligações clandestinas podem ocasionar choque elétrico, incêndios e sobrecargas que podem deixar muitos consumidores sem energia e até mesmo colocar em risco a vida de pessoas”, adverte o dirigente.

É importante salientar, ainda, segundo Härter, para que todos tenham ciência que, de acordo com o artigo 155, parágrafos terceiro e quarto do Código Penal Brasileiro, furto e fraude de energia são crimes com pena de um a oito anos de prisão.

Agora o Demei dispõe de uma nova ferramenta para facilitar a denúncia: basta acessar o site www.demei.com.br e clicar no banner da campanha “GATO NA REDE ELÉTRICA, QUEM PAGA A CONTA?”. Lá é possível enviar mensagem com as informações ou ainda pelo fone 0800-519200 e 3331-7700.


Créditos: Assessoria de Imprensa
Fonte: Assessoria de Imprensa

Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO